Qual seu plano para os planos de vida dos pequenos? 

 

Essa pergunta pode parecer complexa, mas vai chegar o dia da faculdade dos filhos e netos, de um intercâmbio super desejado, ou até da realização do sonho de um sobrinho, por exemplo.

Claro, ainda não dá para prever todos esses projetos, mas independentemente de quais forem, se preparar desde já pode te ajudar a ter mais tranquilidade e segurança de que eles poderão se tornar realidade.

A gente está te falando tudo isso por que, com o lançamento do plano Mais Visão, agora os familiares dos nossos participantes podem ter acesso a um plano de investimentos com benefícios tão bons quanto os dos nossos outros planos e, ainda, contar uma liquidez que permite utilizá-lo também no curto prazo!

Isso significa que já temos um dos planos para os seus pequenos! 😊

Se você achou interessante, continua lendo, vamos te explicar como fazer a adesão ao plano para menores de idade!

 

Antes de começar, você vai precisar decidir se vai fazer o plano em nome do menor de idade ou em seu nome.

 

Qual a diferença?

Se for em seu nome: a gestão do plano vai ficar sempre sob sua responsabilidade e qualquer movimentação ou decisão deve ser tomada por você. Você pode colocar o menor como seu beneficiário, mas ele só vai ter acesso ao plano após seu falecimento.

Se colocar em nome do menor: o representante legal vai fazer a gestão do plano até ele atingir a maioridade – 18 anos (quando assume essa responsabilidade). Importante: mesmo o plano não estando em seu nome, você pode fazer contribuições financeiras a ele*.

Clique aqui para conhecer os detalhes.

 

Então vamos lá! Tomada essa decisão, o que fazer?

O passo número um é acessar a ferramenta de adesão.

Você pode fazer isso através do site do plano Mais Visão, no qual pode ver todos os detalhes desse produto e, depois, a partir dele clicar no botão “Adesão”. Para isso, clique aqui, ou

Pode ir diretamente para a ferramenta de adesão.

Nesse caso, clique aqui

 

Após acessar a ferramenta de adesão...

Se optou por fazer o plano em seu nome: é só preencher todas as etapas normalmente, considerando os seus dados pessoais. A indicação de beneficiário você vai fazer somente após ter acesso ao site de participante do plano. Não se preocupe, te avisaremos quando isso ocorrer.

Se optou por fazer em nome do menor: todas as etapas devem ser preenchidas considerando os dados do menor. Por exemplo, nome, CPF, RG, data de nascimento etc., se referem à criança. Nesse caso, quando a ferramenta identificar que se trata de um menor de idade, abrirá um campo para preenchimento com os dados do responsável legal. E só preencher essas informações e seguir.

 

Importante: o responsável legal também será, para efeitos de adesão, o responsável financeiro. Isso significa que a cobrança será sempre enviada ao responsável legal. Caso opte por pagar a contribuição via débito automático, a conta a ser indicada dever ser do responsável.

Porém, como comentamos anteriormente, isso não impede que você faça aportes ao plano*.

Ah! Caso o menor não possua RG pedimos que preencha esse campo com o RG do responsável legal.

 

* o boleto das contribuições esporádicas ao plano será sempre gerado no CPF do titular do plano, independentemente de quem irá efetuar o pagamento. Assim, o benefício fiscal proveniente das contribuições ao plano será sempre do titular do plano ou de seu representante legal (caso o titular do plano seja dependente no IR).

 

Esperamos ter esclarecido esse processo, mas se ainda ficaram dúvidas, estamos à disposição para te auxiliar em nossos canais de atendimento:

-Whatsapp: (11) 97270-0345
-E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
-Telefone:
Capital, regiões metropolitanas de SP e ligações internacionais (fixo + celular): 11 5508.8000
Demais localidades (fixo + celular): 0800.771.7738